Colunistas|24.jun

O Date Perfeito

Nesse romance adolescente, Brooks (Noah Centineo) precisa juntar dinheiro para estudar na sonhada universidade americana Yale, ele começa a achar meios de ganhar dinheiro. Um dia um de seus amigos conta que ele teria que acompanhar a prima Celia Lieberman (Laura Marano) no baile da escola, em troca seu tio iria pagar ele, mas ele queria sair com sua namorada no dia, Brooks então diz que vai no lugar do amigo pois precisa do dinheiro. Apesar da noite não ser como Brooks imaginou, ele e Celia começam uma grande amizade.
Depois da noite do baile, Brooks e seu amigo Murph (Odiseas Georgiadis) pensam como poderiam fazer dinheiro acompanhando garotas, então criam um aplicativo onde elas chamam Brooks como um acompanhante para festas, shows, exposições de arte, entre outras coisas, as garotas podem escolher como Brooks deve ser e se vestir nos eventos.

Nessas trocas de personalidades e estilos, e depois de uma entrevista com o diretor da Yale, que pergunta quem é Brooks, Brooks começa a se perguntar quem ele realmente é. E claro como é um romance, no meio da autodescoberta, Brooks se interessa por Shelby Pace (Camila Mendes), uma menina rica, para quem ele começa a mentir sobre sua situação financeira. O filme traz reviravoltas, um triângulo amoroso e além de ser um clichê muito bom de assistir. O filme é original da Netflix e está disponível na plataforma.

 

por Ana Laura Becker Zierhut

Ana Laura Becker Zierhut, acadêmica de jornalismo da Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná - Unicentro. Gosto de filmes, séries, literatura e neste espaço irei trazer informações diversificadas para você.